Textos - Quatro pilares da felicidade


QUATRO PILARES DA FELICIDADE
por Roberto Shinyashiki


A felicidade não é um presente divino, mas sim uma conquista diária, que tem solidez quando realizada sobre pilares resistentes. É como uma casa que primeiro você deseja (um sonho), depois projeta (um plano) e, finalmente, constrói (uma ação).
Quando alguém pensa que ganhou a felicidade de presente, logo vem um pesadelo. Como naquele homem que encontra uma mulher adorável e imagina que ela vai resolver todos os seus problemas e, mais tarde, percebe que precisa evoluir muito para merecer estar com essa pessoa especial. Como o indivíduo que se forma em Direito e pensa que agora está tudo resolvido, mas depois descobre que o título é somente o início de uma série de processos a ser enfrentado. Ou aquela pessoa que monta sua própria empresa, um sonho há muito acalentado, e percebe em seguida que existe um mundo de atividades novas que ela vai ter de desempenhar.
As pessoas verdadeiramente felizes construíram suas vidas sobre bases sólidas. Feita de um mesmo concreto. É preciso observá-las e aprender com elas. Ao final, podemos notar que os fundamentos de suas conquistas são: competência, reciprocidade, ação e sentido. 

Vamos a eles:

1º) Competência 

Tudo o que uma pessoa faz bem é resultado do desenvolvimento de sua competência. Se você quiser ser um bom pai, vai ter de expandir sua competência. Se quiser ser um empresário, também. Quando a pessoa pensa que a habilidade vem pronta, a frustração vai estar por perto. 
A competência, por sua vez, é associada a três habilidades: estudo, treino e continuidade. O estudo é fundamental para que você não gaste tempo inventando a roda ou repetindo os erros dos outros. Muitos frequentadores de minhas palestras me perguntam por que não conseguem estudar. Eu sempre digo: "Você não consegue porque, no fundo, é orgulhoso. Não acha quem possa lhe ensinar o que não saiba". As pessoas felizes têm a humildade de aprender com os outros, evitando os erros que eles já cometeram. 
Tudo na vida é resultado de treino. Só adquirimos a competência assim. Se você é um grande cirurgião, você treinou arduamente para isso. Mas, cuidado, esse processo não se resume apenas às coisas positivas; as negativas também estão incluídas. Os hipocondríacos, por exemplo, dedicam a vida inteira à procura de sintomas desagradáveis em seu corpo até que se tornam experts. Vivem lendo bulas de remédio e tudo o mais que aparecer a respeito de doenças. Eles também conversam e pensam sobre enfermidades o tempo todo.
Quando eu era menino, assistia aos treinos do time do Santos. Ficava espantado ao ver o Pelé treinando mais tempo que os outros e pensava: "Para quê, se ele já é o melhor do mundo?" Tempos depois, eu descobri que ele era o melhor do mundo porque treinava mais que os outros.
A competência também requer continuidade. Não adianta ser bom apenas por um dia. Tem de ser sempre. Não adianta começar milhares de cursos, é preciso completá-los. Não adianta atender maravilhosamente bem um cliente e ser desatento com os outros. Não adianta um único diálogo sensacional com o filho e distanciamento o resto do ano.
Quem consegue ser bom todos os dias depois de um tempo fica ótimo. Muitos processos de educação não dão resultados por falta de continuidade. As pessoas competentes concluem a trajetória a que se propuseram cumprir.

2º) Reciprocidade 

Não faça aos outros o que não gostaria que fizessem com você, mas principalmente faça aos outros o que gostaria que fizessem com você. O verdadeiro vencedor tem muito prazer em proporcionar crescimento para todos. Ele tem em mente que pode realizar seus sonhos, desde que ajude o maior número de pessoas a realizar o dele.
Os vencedores conseguem ver além de seus interesses pessoais. Eles abrem espaço para as pessoas a sua volta evoluírem e oferecem oportunidades para isso. Se você tem um restaurante e não dá chance de seu maître crescer, ele acaba montando um restaurante em frente ao seu. 
Tenha prazer em criar a felicidade para todos o que convivem com você: seu cônjuge, seus filhos ou seus clientes. Quando você quiser agradá-los, imagine algo que eles gostariam muito de fazer e surpreenda-os. Abra um champanhe para sua esposa no meio da noite. Compre um ingresso especial para aquele show de heavy metal que seu filho tanto quer ver. Tome a iniciativa de fazê-los felizes e a vida ficará mais gostosa.

3º) Ação 

Antigamente querer era poder. As pessoas que desejavam muito uma coisa conseguiam dar saltos em suas vidas. Hoje é preciso entender que o mundo mudou: fazer é poder. As pessoas de sucesso são aquelas que implantam o que desejam. São as que se propõe a um projeto e o realizam, prometem pedir desculpas a alguém e pedem, planejam construir um novo relacionamento com os filhos e fazem isso. 
Não adie as ações importantes de sua vida. Faça hoje. Faça agora. Aquele abraço de reconciliação. Aquele pedido de desculpas para o colega de trabalho. Aquela declaração de amor que vem adiando. A maior parte das pessoas sabe o que tem de fazer e fica esperando o dia ideal, que nunca chega, e a vida passa. Como disse John Lennon: "Vida é aquilo que acontece enquanto você faz planos". Por isso sonhe e faça planos, mas principalmente saia para a ação.

4º) Sentido 

As grandes vitórias são criadas por quem vê significado em suas lutas. O sentido maior é a força motriz para superar as dificuldades do dia-a-dia. Quem cumpre o simples ato de pegar o carro e ir para o trabalho como um gesto vazio não olha para além do cotidiano. Se você sabe o porquê está fazendo o que tem de fazer, será um vencedor. Para que as dificuldades tornem-se menores, a disposição deve ser maior e o brilho nos olhos deve estar presente.
Os resultados aparecem como consequência natural de uma jornada que vem se cumprindo, e não como pagamento por uma estratégia de carreira bem montada, mas vazia de significados. Quem faz essa opção consegue até ter uma carreira aparentemente brilhante, mas não pode se perguntar "para quê?", pois provavelmente, não verá sentido naquilo que faz. Nesse caso, poderá desistir de tudo para recomeçar certo, promovendo grandes e radicais mudanças, ou poderá conviver com o risco do estresse, da depressao e da infelicidade.
Não deixe para ser feliz no futuro. A felicidade é construída todos os dias, nos pequenos detalhes, nos encontros e nas reflexões. Eu acredito na felicidade e sei que Deus diz sim para aquilo em que acreditamos. Se sua vida não está do modo como você gostaria, dê um jeito de transformá-la. É o maior presente que pode dar a si mesmo.